quarta-feira, 8 de abril de 2015

JESUS VOLTA EM NOSSO TEMPO



TEXTO: At 1.6-8

INTRODUÇÃO: Eu tenho hoje bases importantíssimas para descrever que Jesus volta em nosso tempo. Eu vou te provar na bíblia que Jesus não tinha como voltar a 50 anos atrás e também não tem como Jesus voltar a daqui a 100 anos para frente. Vamos tratar nesta noite de o maior evento esperado da humanidade.
TRANSIÇÃO: Analisemos o texto: O discípulos estão perguntando o mestre no verso 6 se Jesus restauraria Israel naquele tempo, o Senhor responde de forma sucinta que não lhes compete saber os tempos ou as estações que o pai estabeleceu. Encontro aqui uma discussão do fim dos tempos. No verso 8 encontramos o segredo.
·        Aqui temos o tempo limite, local limite, dispensação limite e regiões limite.
·        Jesus disse isso pouco depois de subir ao céu.
·        No verso nove 9 vemos que Jesus subiu e isso chama de parousia.
·        O tema em questão foi o principal de tema abordado nos dias de Jesus quando estava com seus discípulos.
·        O que vemos é que os discípulos não perceberam com exatidão o que Jesus estava dizendo, ou talvez eles não perceberam o que estava escrito em Daniel.
·        Vemos que Jesus disse que não viria no tempo deles, mas num tempo muito além dos seus discípulos.
1.     O CONTEXTO NATURAL DO TEXTO E ASSUNTO ABORDADO.
       I.            Vemos neste texto que o assunto principal é o fim dos tempos.
    II.            Os discípulos esta tirando duvidas sobre o tempo do fim dos tempos.
 III.            Segundo a hermenêutica que quando um assunto é tão abordado nas escrituras de forma acintosa é porque esse assunto é muito importante.
IV.            A doutrina da volta de Jesus esta em todos os livros do novo testamento.
   V.            Observemos o que diz Mateus 25.14-19:
·        Comparamos o que diz o verso 19: e muito tempo depois, veio o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles.
VI.            A grande questão é, por que eles perguntaram a Jesus sobre quando Ele restauraria a Israel: A reposta esta em Mateus 21.42,43.
·        Eles não estão falando do reino de Salomão, Israel nunca foi supremacia.
·        O texto esta dizendo no verso 43 que são nós este povo que vai dar fruto.
·        O texto esta dizendo que Israel rejeitou Jesus.
·        O reino de Deus foi tirado de Israel e foi dado a um povo digno de reino.
·        Os gentios tomaram a herança dos judeus.
·        Jesus esta dizendo o tempo de Israel acabou e há um povo que vai dar fruto.
·        O apóstolo Paulo diz que Jesus viria logo depois que o tempo desse povo gentio, esse povo que produz fruto melhor do que o do Judeu acabasse.  Isso é chamado de dispensações.
Ø Existem 7 dispensações que também são 7 tempos: Existe a dispensação da inocência, dispensação adâmica, dispensação abraamica, dispensação moadica existe dispensação davidica, dispensação da graça e dispensação gentílica.
Ø A dispensação gentílica que é também chamado de dispensação da graça.
Ø Jesus disse que essa dispensação também não é cumprida, ela é curta.
Ø Vemos o que Paulo interpretou acerca do tempo dos gentios (Rm 11.25)
ü Observe que o texto diz que uma parte de Israel aceitou a Jesus: que o endurecimento veio em parte sobre Israel...
ü Paulo esta dizendo exatamente o que Jesus disse (Mt 21.43 que tiraria deles o reino e daria a um povo que produz frutos digno do reino.
ü Paulo esta dizendo que Jesus vai voltar na plenitude dos tempos. Tempo dos gentios.
ü Jesus vai voltar no final da dispensação gentílica quando a igreja dar uma volta de 360º pregando em volta do mundo.
ü A igreja só termina a sua missão quando ela faz a volta toda sobre a terra pregando o evangelho.
VII.            No verso 8 de atos 1 vemos que Jesus esta dizendo que o evangelho vai ter que dar uma volta ao mundo.
2.     O QUE DEVERIA ACONTECER NA PLENITUDE DOS TEMPOS PARA VOLTA DE JESUS.
       I.            Vamos dar provas de porque Jesus não poderia ter voltado a 50 anos atrás:
·        Não tem como Jesus voltar em outra geração. Por causa da plenitude dos gentios.
    II.            O que deveria acontecer antes do retorno de Cristo dentro plenitude dos gentios?
·        Reparem a pergunta dos discípulos no texto de At 1.6: Senhor, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel?
Ø Eles fizeram essa pergunta porque lhes foram tirado a herança.
Ø Leiamos os textos Atos 1.7 e 8.
Ø Jesus responde isso com dois indícios em Atos 1.8. Temos aqui no texto um achado.
3.     O SEGREDO ESTA EM ATOS 1.8.
       I.            Nós temos aqui um mapeamento mundial da evangelização.
    II.            Jesus disse que teríamos que chegar até os confins da terra.
 III.            Onde esta os confins da terra?
·        As pessoas pensam que os confins da terra é do outro lado do mundo.
·        As pessoas pensam que os confins do mundo é África.
Ø Para sair de Israel para África é atravessa a rua (é o Egito).
·        Para ir a Ásia de Israel, Israel já esta na Ásia.
IV.            Vamos entender o mapeamento do mundo: Qual é o centro geográfico do mundo? Israel.
·        Quando a bíblia fala ao norte ela fala ao norte de Israel.
   V.            Onde a igreja começou? Ásia (Israel).
·        Onde foi as sete igrejas? Turquia na Ásia menor.
·        A onde o evangelho começou?
·        Paulo foi a Roma, Teve igreja em Grécia, Turquia, Mesopotâmia, Capadócia, multa e todo velho mundo, teve igreja na África e teve igreja no Egito.
VI.            Quando a bíblia fala do confins do mundo precisamos compreender o contexto geográfico. Qual foi o ultimo continente a ser descoberto? AMÉRICA.
·        Há uma cidade no Chile conhecida como a cidade do fim do mundo.
·        Você já viu o livro do papa Francisco: O papa do fim do mundo.
·        Argentina, Brasil, Chile e as Américas é considerado o fim do mundo.
·        A igreja esta sentada num falso compreendimento da região geográfica do fim do mundo.
·        Nós somos a ultima evangelização do cristianismo.
VII.            Por que do outro lado não conhece a Jesus?
·        Eles conheceram, rejeitaram e desprezaram.
VIII.            Vamos explicar um fundamento: Onde o cristianismo chegou ele passou por 3 etapas:
·        Derramar do Espírito Santo
·        Mornidão e esfriamento
·        Apostasia.
Ø Foi assim em Jerusalém, foi assim na Ásia.
Ø As igrejas do apocalipse passou por um grande movimento, a igreja experimentou um grande poder, passou por uma mornidão e entrou na apostasia.
·        A espiritualidade é um músculo.
Ø Se você não estiver em movimento o seu organismo protetor não trabalha como deveria contra apostasia e contra os mercenários.
Ø O que a igreja passou?
Ø É na que venha tudo isso para vermos a diferença entre aquele que serve a Deus e não serve.
·        Quem envia o engano? Não é o diabo. (2Ts 2.11)
Ø Falso profeta agente de Deus do lado mau.
Ø Falso profeta, falso mestre e mercenário é juízo de Deus para falso crente.
Ø A pessoa não quer mudar então toma de presente a mentira e seja escravo disso.
·        A igreja começou em Jerusalém, foi para Roma, foi para Grécia, chegou na Europa e passou por tudo (movimento, avivamento, mornidão e apostasia).
Ø Na Europa tem a reforma protestante, tem conhecimento e depois passa por esfriamento e apostasia porque hoje até se casão homossexuais.
Ø A igreja chega nos Estados Unidos e alcança novos ares. Depois começa ficar rica e começar a esfriar.
Ø Igreja fria que não tem espiritualidade ela precisa encontrar desculpa para defender sua condição.
IX.            Quando Deus envia o falso, o agente do erro, o crente não cai, mas o falso crente cai.
·        A verdadeira ovelha não ouve a voz do mercenário (Jo 10.7-13).
·        Tome cuidado com o lobo em pele de ovelha.
Ø O lobo em pele de ovelha ele fala manso, ele tem credibilidade, a doutrina dele é quase perfeita e ele é respeitado.
Ø É o camarada que todo mundo fala: Esse cara tem respeito.
Ø Ele não fala só mentira, ele fala mentira com verdade.
Ø É o cara que só prega coisa boa e bajula.
   X.            Quando Jesus fala do mapeamento da plenitude dos gentios ele fala duas coisas:
·        O evangelho vai chegar aos confins da terra.
·        Depois dos confins da terra estamos na plenitude dos gentios.
XI.            A igreja passa por essa fase porque é uma permissão de Deus, mas ovelha pode esfriar mas não desvia.
·        O homem passa por um esfriamento até para ele rever certas situações da sua vida.
XII.            Depois da plenitude dos gentios Paulo deixa claro depois que termina essa plenitude o evangelho voltará para Israel (Rm 11,26).
·        Eles receberam o evangelho e serão salvo.
·        Quem vai pregar para os judeus, as duas testemunhas do apocalipse.
4.     JESUS VOLTARÁ EM TEMPOS MORDERMOS:
       I.            Por que Jesus não voltaria a 100 anos atrás ou mais? Porque se não deveríamos desconsiderar o que veremos agora.
    II.            Primeiro indicio de que Jesus voltará em tempos modernos (aumento da tecnologia e sabedoria) (Dn 12.4).
·        Isso não poderia acontecer a 100 anos atrás.
·        A 100 anos atrás nossos parentes não viajavam muito diferente do povo do império romano.
·        A maior invenção para viajar ainda era uma roda.
·        Eles viajavam de cavalo, carruagens, a  barco a vapor, remo, não tinha luz, água filtrada e encanada, sempre escreveram molhando na tinta e escrevia.
·        Não tinha avanço tecnológico.
·        Não tinha avião, não tinha carro, não tinha ar condicionado, não tinha computador e nem celular.
 III.            Segundo indicio em que Jesus volta em tempos modernos é automóvel (Nn 2.4)
·        Esse texto fala de carros velozes e com farol ligado.
·        Fala de carros velozes.
IV.            Terceiro indicio de que Jesus volta em tempos modernos é o avião (Is 60.8).
·        Tem quanto tempo que o avião foi inventado?
·        O avião foi inventado na segunda guerra mundial.
·        O avião não tem mais de 60 anos.
·        Esses são sinais da consumação da plenitude dos tempos.
   V.            Quarto indicio de que Jesus volta em tempos modernos é a televisão e internet.
·        O texto que citarei vai precisar de televisão e internet.
·        Apocalipse 11.3-9 diz sobre as testemunhas e diz que serão mortos e todo os povos verão os corpos mortos.
·        Como o mundo verá duas testemunhas mortas sem televisão e internet?
Ø A bíblia diz que eles verão (vs 9).
Ø Precisa de uma tecnologia do nosso tempo para cumprir versos 9 e 11.
VI.            Mais um indicio é bomba atômica (Lc 21.26, 2Pe 3.10).
·        É a terceira guerra mundial
·        Hoje não tem mais esse negocio de dar tiro.
·        Hoje é resolvido tudo dentro de um escritório com ar condicionado.
5.     JESUS SÓ VOLTA NESTE TEMPO E NÃO DAQUI A 100 ANOS.
       I.            Sinais que provam que Jesus volta nesta geração:
·        Jesus voltará num tempo em que as pessoas dizem que ele não vai voltar ou que iria demorar muito (2Pe 3.3,4).
·        Jesus afirma em Mateus 24.45-51 que o crente que vive dizendo e pecando é um mau servo, Jesus afirma que virá quando o servo estiver despreparado.
·        Outra povo que Jesus volta neste tempo é que estamos na era de Laodicéia (Ap3.15-16).
Ø Mateus 25.10 mostra a parábola das 10 virgens.
Ø A diferença entre as 10 virgens é que umas estava avivada e outra estava fria.
Ø Mas ambas estavam dormindo.

terça-feira, 7 de abril de 2015

O DRAMA DE JEFTÉ


TEXTO: Jz 11.30-32


E Jefté fez um voto ao Senhor, e disse: Se totalmente deres os filhos de Amom na minha mão, Aquilo que, saindo da porta de minha casa, me vier ao encontro, voltando eu dos filhos de Amom em paz, isso será do Senhor, e o oferecerei em holocausto. Assim Jefté passou aos filhos de Amom, a combater contra eles; e o Senhor os deu na sua mão.
INTRODUÇÃO:  O drama de Jefté, o perigo de um líder que não foi sarado por Deus o que acabou não deixando descendência e sucessor. Ele mesmo destruiu sua posteridade. Trouxe a morte para dentro da sua casa. O preço de encontrarmos em determinados níveis de batalha sem estarmos suficientemente curados pode ser muito alto. No caso de Jefté, foi a própria filha. Podemos  afirmar que o ponto principal do ataque do inimigo é a família.
TRANSIÇÃO: Esse foi o famoso voto a Deus feito por Jefté. O que levaria uma pessoa a fazer um voto como esse? A declaração: “Qualquer que, saindo da porta de minha casa, me vier ao encontro” indica que de alguma forma Jefté estava expondo sua família de morte. Ele estava disposto até mesmo a sacrificar a filha pelo sucesso pessoal, o que levaria um pai a isso?
1.     PERSONALIDADE DESCOMPENSADA.
Era então Jefté, o gileadita, homem valoroso, porém filho de uma prostituta; mas Gileade gerara a Jefté... Jz 11.1
       I.            Acompanhamos traumas que promoveram abalos comprometedores na personalidade de Jefté.
·        Observe que existe um balanço neste versículo, na qual dois pesos são contrabalançados, tendo como ponto intermediário este grande porem da sua vida
    II.            No primeiro prato da balança temos:
·        Jefté era gileadita
Ø Morava na terá do balsamo. Era um lugar muito abençoado. Gileade era uma cidade famosa pela destreza, força e saúde dos seus filhos.
·        Jefté era um homem corajoso e valente, um grande guerreiro.
·        Jefté tinha um excelente potencial de liderança.
Ø Em qualquer situação, sua liderança destacava.
·        Jefté servia a Deus com muita seriedade.
Ø Era valoroso, homem de palavra. Manteve seu voto de sacrificar sua filha.
 III.            Porem, no segundo prato da balança:
·        Era filho de uma prostituta.
Ø Este grande porem em sua vida foi onde todo o seu potencial se descompensou.
Ø Isso passe a ser um referencial de identidade perante sua família e toda sociedade.
Ø Ele estava debaixo de um terrível legado de rejeição e imoralidade.
Ø Um homem maldito e discriminado.
Ø Ele era literalmente, a expressão da vergonha do pecado do pai.
Ø Era filho de um adultério.
Ø Era um golpe de rejeição afligindo continuamente sua alma.
Ø O ataque mais fulminante de satanás na sua vida era a rejeição.
IV.            A rejeição pelos irmãos:
·        Jefté era taxado pelos meio irmãos como o filho de outra mulher.
·        Por causa da identidade que ganhara, filho da prostituta, Jefté se viu sem herança
·        Sua identidade foi traumatizada, relacionamentos ameaçados e a herança acabou sendo saqueada.
Ø ...quando os filhos desta eram já grandes, expulsaram a Jefté, e lhe disseram: Não herdarás na casa de nosso pai, porque és filho de outra mulher... Jz 11.2
·        Ele foi deserdado, expulso de casa sem direito a herança.
·        Foi expulso também da cidade:
Ø Jefté, porem, perguntou aos anciãos de Gileade: Porventura não me odiastes, e não me expulsastes da casa de meu pai?( Jz 11.7).
·        Todo este estigma nutriu uma ferida na vida de Jefté comprometendo sua identidade, relacionamentos e herança.
   V.            A indiferença do pai:
·        Gileade parece não fazer nada para resolver uma situação que na verdade foi ele quem criou e seria portanto o mais responsável.
·        Enquanto Jefté sentia as consequências, Gileade sentia a culpa, marginalizado na própria família, sem fazer nada.
Ø Quando os irmãos o deserdaram o pai não fez nada;
Ø Quando Jefté foi agredido moralmente como filho da outra, o pai nunca fez nada
Ø Quando os anciãos da cidade o expulsaram de sua própria casa, o pai continuou não fazendo nada.
·        Imaginamos que a indiferença do pai tenha ferido ainda mais Jefté.
·        O grande problema de Jefté não era os irmãos o rejeitarem ativamente, mas o seu pai que o rejeitava passivamente.
VI.            A vergonha da mãe:
·        Sua mãe era uma prostituta, uma mulher vil e discriminada pela sociedade.
·        Imagino quantos vezes Jefté via sua mãe saindo com outros homens.
Ø Aquilo o machucava.
Ø Uma vergonha crônica era constantemente sedimentada na sua alma.
Ø Ele tinha que carregar na face o pesar em relação à vulgaridade da mãe.
Ø Por onde ele ia, esta vergonha o atormentava.
VII.            O abandono do lar: então Jefté fugiu de diante de seus irmãos... Jz 11.3.
·        Aqui, Jefté corresponde à rejeição recebida com rebelião.
·        Jefté não suporta mais o impacto da dor emocional e abandona o lar.
·        Porem, apesar de ter saído da situação, obviamente, a situação não saiu de dentro dele.
·        Ele leva consigo uma grande dor e pesada bagagens de tantas pedradas.
·        Isso fez de Jefté um homem em perigo e potencialmente perigoso.
VIII.            A marginalização: A maldição do filho bastardo.
·        “...e habitou na terra de Tobe; e homens levianos juntaram-se a Jefté, e saíram com ele” (Jz 11.3).
Ø Ele mesmo se marginalizou.
Ø Estava confirmando o seu sentimento de rejeição.
Ø Aqui entendemos a síndrome dos meninos de rua.
2.     O PRINCÍPIO DA RETALIAÇÃO
       I.            Primeiro veremos colisão X retaliação:
·        É fundamental discernirmos estes dois conceitos na batalha espiritual.
·        Quando somos curados entramos na batalha.
·        O que é colisão:
Ø Exemplo clássico de colisão foi a morte de Jesus. Ao tomar intercessoramente nosso lugar, a serpente mordeu-lhe o calcanhar, porem ele esmagou-lha a cabeça.
·        O que é retaliação:
Ø É quando entramos na batalha espiritual sem armadura e cobertura. Ficamos vulneráveis.
Ø Contra retaliação não se ora, se fecha as brechas e cura-se as feridas.
Ø Oração tipo “proibindo toda retaliação do diabo”, na verdade são ingênuas e inofensivas.
    II.            A posição de liderança sem a genuína autoridade vira um pesadelo:
·        O conflito não resolvido de hoje é a crise de amanhã!
·        Quantas pessoas despreparadas para casamentos, para liderarem igrejas, pastorear, para empresas etc.
 III.            Jefté subitamente é levantado como líder da sua cidade.
·        Quem esta por traz dessa situação? Deus ou o diabo?
·        Encontramos aqui algo muito perigoso.
·        Um homem ferido e marginalizado torna-se líder da cidade e nação.
·        Assumir uma posição sem estar curado é uma terrível armadilha.
·        Bajular pessoas e ignorar a moral é uma cilada.
·        Os anciãos da cidade precisavam de um testa de ferro, e Jefté queria estar por cima daqueles que o rejeitaram.
Ø “Então Jefté disse aos anciãos de Gileade: Se me fizerdes voltar para combater contra os amonitas, e o Senhor nos entregar diante de mim, então serei eu o vosso chefe. Responderam os anciãos de Gileade a Jefté: O Senhor será testemunha entre nós de que faremos conforme a tua palavra... Jz 11.9-10”
Ø Jefté mal podia se conter pensando nessa virada de mesa.
Ø Jefté queria tanto se promover que negociou com Deus a ponto de expor sua própria família.
·        Existem aqueles que estão errados e mesmo assim pensam que estão sendo usados por Deus e não querem parar.
·        Jefté expos sua filha em prol de uma vingança emocional.
IV.            Jefté ganhou a guerra, mas perdeu a filha.
·        Arruinou seu lar e extinguiu sua linhagem.
·        Nenhum tipo de vitória compensa a destruição da família.
3.     FAZENDO UM DISCERNIMENTO DA BATALHA
       I.            Jefté entrou numa batalha sem cobertura nenhuma.
·        A nação estava mergulhada numa apostasia e estava se consertando.
·        Não havia homens de oração ou intercessores.
·        Antes de tudo é preciso esta debaixo de uma cobertura para vencer a batalha.
    II.            Quem era o exercito inimigo?
·        Os amonitas. Quem eram os amonitas? Era um dos piores inimigos de Israel.
·        Conhecer o inimigo gera informações que fazem a diferença.
·        Amom e Moabe eram filhos de Ló com suas filhas (Gn 19.24-38).
Ø Eram filhos bastardos frutos de um incesto.
·        Jefté também era bastardo, fruto de prostituição e adultério.
Ø Aqui descobrimos a vulnerabilidade de Jefté. Ele estava numa batalha perdida.
 III.            Aprofundando um pouco mais:
·        Será que o que aconteceu com as filhas de Ló tem a ver com o que aconteceu com a filha de Jefté?
Ø O mesmo espírito que destruiu as filhas de Ló também destruiu a filha de Jefté.
Ø Nos deparemos com dois heróis da fé que perderam suas famílias.
4.     COMO DAR A VOLTA POR CIMA:
       I.            Resolva os conflitos do passado para ter futuro.
·        O conflito não resolvido de hoje é a crise de amanhã.
·        Há quem você precisa liberar perdão? Para quem você precisa pedir perdão?
·        Quais são os estigmas que você precisa quebrar? Qual é o seu “porem”?
    II.            Esteja debaixo da cobertura espiritual.
·        Isso pode ser uma liderança.
·        Intercessores pela sua vida.