terça-feira, 5 de dezembro de 2017

O DEUS INCOMPARÁVEL


TEXTO: Quem mediu na concha da sua mão as águas, e tomou a medida dos céus aos palmos, e recolheu numa medida o pó da terra e pesou os montes com peso e os outeiros em balanças? Quem guiou o Espírito do Senhor, ou como seu conselheiro o ensinou?
Com quem tomou ele conselho, que lhe desse entendimento, e lhe ensinasse o caminho do juízo, e lhe ensinasse conhecimento, e lhe mostrasse o caminho do entendimento?
Eis que as nações são consideradas por ele como a gota de um balde, e como o pó miúdo das balanças; eis que ele levanta as ilhas como a uma coisa pequeníssima.
Nem todo o Líbano basta para o fogo, nem os seus animais bastam para holocaustos.
Todas as nações são como nada perante ele; ele as considera menos do que nada e como uma coisa vã. A quem, pois, fareis semelhante a Deus, ou com que o comparareis?
O artífice funde a imagem, e o ourives a cobre de ouro, e forja para ela cadeias de prata.
O empobrecido, que não pode oferecer tanto, escolhe madeira que não se apodrece; artífice sábio busca, para gravar uma imagem que não se pode mover.
Porventura não sabeis? Porventura não ouvis, ou desde o princípio não se vos notificou, ou não atentastes para os fundamentos da terra? Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar;
O que reduz a nada os príncipes, e torna em coisa vã os juízes da terra.
E mal se tem plantado, mal se tem semeado, e mal se tem arraigado na terra o seu tronco, já se secam, quando ele sopra sobre eles, e um tufão os leva como a pragana.
A quem, pois, me fareis semelhante, para que eu lhe seja igual? diz o Santo.
Levantai ao alto os vossos olhos, e vede quem criou estas coisas; foi aquele que faz sair o exército delas segundo o seu número; ele as chama a todas pelos seus nomes; por causa da grandeza das suas forças, e porquanto é forte em poder, nenhuma delas faltará.
Por que dizes, ó Jacó, e tu falas, ó Israel: O meu caminho está encoberto ao Senhor, e o meu juízo passa despercebido ao meu Deus? Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fatiga? É inescrutável o seu entendimento. Dá força ao cansado, e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor.
Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os moços certamente cairão; Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão
... Isaías 40:12-31
INTRODUÇÃO: Karl Marx, pai do materialismo dialético disse que Deus é uma criação e uma invenção do homem. Ficamos pensando e imaginando o homem, a criatura não pode ser maior do que o seu criador.
·         Se Deus é uma criatura do homem, logo o Deus de Marx é um deus menor do que o homem.
·         Marx tentou banir Deus dos céus.
·         Sigmund Freud, pai da psicanalise tenta eliminar Deus do nosso inconsciente.
·         Charles Robert Darwin tenta expulsar Deus da ciência
·         Friedrich Wilhelm Nietzsche disse que Deus morreu, que não existe mais.
·         Tompson Wion Ever chegou a dizer que se Deus não existe, tudo é possível.
·          E o mais recente Richard Alckmin disse que Deus é apenas um delírio
TRANSIÇÃO: Entretanto a bíblia nos diz no livro de Daniel 11.32 que o povo que conhece a Deus é um povo forte. Esse Deus a luz de Jó 42.2 tudo pode e nenhum dos seus planos pode ser frutado.
·         Jesus disse que conhecer esse Deus é a própria essência da vida eterna.
·         A. W. Tozer um dos grandes escritores do século passado disse que o maior problema do homem é que ele passa a maior parte do tempo olhando para seu próprio umbigo e não contemplamos a majestade do nosso Deus.
·         O profeta Isaias escrevendo a majestade de Deus lança a questão: COM QUEM COMPARAREIS A DEUS?
·         QUE COISA SEMELHANTE COMPARAREIS A DEUS?
Ø  No verso 25 o próprio Deus faz a pergunta: A quem pois me comprareis para que eu lhes seja igual?
EXORDIA: A luz deste texto vamos falar desse Deus incomparável.
·         A bíblia o descreve
·         A natureza o revela
·         Jesus Cristo mostrou nos à sua face
·         Esse Deus não foi criado, porque Ele é o Criador.
Ø  Ele não passou a existir porque Ele é eterno.
·         Ele não pode se limitar a um templo feito por mãos humanas, porque Ele é onipresente.
·         Deus não é pego de surpresa, como ensina a falsa doutrina do Open Teísmo, a teologia do teísmo aberto, porque Deus é onisciente, Ele sabe de todas as coisas.
·         Esse Deus não tem limitação, porque ele tudo pode, ele é onipotente.
FRASE DE LIGAÇÃO: Esse texto vai revelar para nós quem é esse Deus incomparável.
·         Primeira coisa que observamos é que o texto esta regido por perguntas.
·         As perguntas são retoricas
·         Perguntas que a própria pergunta responde
·         São perguntas eloquentes e de forma maiúscula a majestade de Deus.
1.      OBSERVAMOS EM RELAÇÃO A CRIAÇÃO:
I.                    Observe o texto Is 40.12: Quem mediu na concha da sua mão as águas, e tomou a medida dos céus aos palmos, e recolheu numa medida o pó da terra e pesou os montes com peso e os outeiros em balanças?
·         Observe agora o verso 26:  Levantai ao alto os vossos olhos, e vede quem criou estas coisas; foi aquele que faz sair o exército delas segundo o seu número; ele as chama a todas pelos seus nomes; por causa da grandeza das suas forças, e porquanto é forte em poder, nenhuma delas faltará.
·         Isaias descreve aqui a grandeza de Deus na criação
·         Temos aqui uma conclusão:
Ø   Primeiro: A matéria não é eterna. Só Deus é eterno.
Ø  Segundo: O universo não surgiu espontaneamente, ele não pariu a si mesmo, ele não deu à luz a si mesmo, ele foi criado.
Ø  Terceiro: o universo não é resultado de uma explosão, ele é resultado de uma ação criadora de Deus.
Ø  Quarto:  O universo não é o resultado de uma evolução de milhões de anos, o universo foi criado por Deus sem o processo de evolução.
II.                  Isaias descreve para nós a grandeza de Deus em relação a criação
·         Ele usa uma linguagem retorica, figurada e poética.
·         Ele mostra que Deus mede as aguas na concha de sua mão  
·         Ele mostra que esse Deus pesa o pó das montanhas em balanças de precisão.
·         Ele mostra que esse Deus mede os céus a paus e os desenrola como uma cortina para neles habitar.
·         Ele mostra que esse Deus espalha as estrelas no firmamento, e as chama pelo nome.
·         E a gente parar para imaginar quão grande é esse universo e ficarmos boquiaberto.
Ø  Nem o homem mais erudito ou fenomenal pode dizer eu conheço o limite desse universo.
Ø  Essa é uma matéria em aberta. E cada dia que passa se conhece novos mundos.
Ø  Porém o universo tem um limite, porque ilimitado é só Deus.
Ø  Que coisa extraordinária é o universo que tem mais estrelas no firmamento do que todos os graus de areia do nosso planeta.
Ø  Coisa extraordinária é você saber que Deus conhece todas as estrela e as chama pelo nome.
Ø  Coisa extraordinária é você saber que esse universo esta sobre o controle do grande Deus.
Ø  Esse Deus nos mostra o grande cosmos e também revela diante dele o microcosmos.
2.      DEUS É INCOMPARAVEM EM CONHECIMENTO
I.                    Observe os verso 13 e 14: Quem guiou o Espírito do Senhor, ou como seu conselheiro o ensinou? Com quem tomou ele conselho, que lhe desse entendimento, e lhe ensinasse o caminho do juízo, e lhe ensinasse conhecimento, e lhe mostrasse o caminho do entendimento?
·         Em outras palavras, qual foi a universidade que Deus estudou?
·         Quem foi o professor de Deus?
·         Qual foi a escola que Ele se formou?
·         Onde Ele fez o doutorado?
·         Ele Onde Deus aprendeu ciência?
·         Quem ensinou para Deus sabedoria?
·         Quem deu para Deus instrução ou foi o mestre de Deus?
·         Quem foi o mentor de Deus?
·         Quem foi aquele que passou para Deus o que Ele tem?
·         São perguntas retoricas que mostram que Deus é a fonte e o reservatório de todo conhecimento e toda ciência.
Ø  Deus é a fonte de todo saber
Ø  Todo conhecimento emana de Deus
Ø  Toda ciência vem de Deus.
Ø  Tudo vem de Deus.
·         Deus é majestoso porque ninguém o instruiu, dEle vem a instrução.
·         Ninguém a Ele ensinou, porque dEle vem o ensino.
·         Ninguém trouxe para Ele a verdade, porque Ele é a verdade.
3.      DEUS É INCOMPRAVEL EM RELAÇÃO AS NAÇÕES:
I.                    Observe o verso 15-18: Eis que as nações são consideradas por ele como a gota de um balde, e como o pó miúdo das balanças; eis que ele levanta as ilhas como a uma coisa pequeníssima. Nem todo o Líbano basta para o fogo, nem os seus animais bastam para holocaustos. Todas as nações são como nada perante ele; ele as considera menos do que nada e como uma coisa vã.
A quem, pois, fareis semelhante a Deus, ou com que o comparareis?
·         Aqui aprendemos uma coisa:
Ø  Quanto mais você conhece, mais você é humilde.
Ø  Quando Jó teve um vislumbre da majestade de Deus ele disse: eu me arrependo e me abomino no pó e na cinza.
i.                     Foi quando Jó teve uma visão de Deus, ele percebeu quantas coisas ele falou sem saber.
·         Observe que Deus disse que reconhece a terra como um pó e os pesas, e nós que somos mais de 7 bilhões de pessoas no mundo.?
Ø  Já imaginou o que Deus pode fazer do homem.
Ø  Por isso nada de arrogância e altivez.
·         Imagine os grandes impérios do passado: Egito, Babilônia, Síria, Grécia, Roma etc.
Ø  Deus olha para tudo isso e é apenas um pingo que cai num balde.
Ø  Todas as nações com seu poder militar, bombas e tecnologias são como pó diante de Deus.
Ø  Deus não estar apavorado com crise.
Ø  Deus não está apavorado com guerras atômicas e bombas.
Ø  Deus não tem medo de nada.
4.      OS IDOLOS NÃO SE COMPARAM AO GRANDE DEUS.
I.                    Observe os texto 18-20: A quem, pois, fareis semelhante a Deus, ou com que o comparareis? O artífice funde a imagem, e o ourives a cobre de ouro, e forja para ela cadeias de prata. O empobrecido, que não pode oferecer tanto, escolhe madeira que não se apodrece; artífice sábio busca, para gravar uma imagem que não se pode mover.
·         Não há nada mais fora e irracional do que a idolatria.
·         Pensa num homem que derruba uma arvore, divide em toras e dela faz uma imagem.
Ø  Dessa imagem ele dobra os seus joelhos e adora, faz suas orações.
Ø  Um deus que não fala, não vê, não ouve, não anda e não responde.
5.      DEUS É INCOMPRAVEL AOS PRINCIPES DA TERRA.
I.                    Observe o texto: Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar;
O que reduz a nada os príncipes, e torna em coisa vã os juízes da terra.
Isaías 40:22,23
·         Pense no faraó do Egito, o que Deus fez a ele?
·         Pense em Senaqueribe da Síria?
·         Pense em Nabucodonosor da Babilônia?
·         Pense em Dario do império medo persa?
·         Pense em Alexandre o grande do império Macedônio?
·         Pense nos imperadores de Roma?
·         Pense em Napolião Bonaparte?
·         Pense em Adolf Hitler?
·         O que são esses homens diante de Deus.
Ø  Deus os considera como um nada.
Ø  Deus é um Deus que levanta reis e derruba reis.
Ø  Ele é um Deus que levante reinos e derruba reinos.
Ø  Esse Deus está assentado e governa a Terra.

Ø  Esse é um Deus que manda nos céus e na terra, e debaixo da terra. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário