terça-feira, 11 de março de 2014

TEMA: MANASSÉS E EFRAIM, CRESCENDO EM TEMPO DE CRISE.



TEMA: MANASSÉS E EFRAIM CRESCENDO EM TEMPO DE CRISE.
TEXTO: Gn 41.50-52
INTRODUÇÃO: José do Egito é um grande exemplo de vida para todos nós, pois José aprendeu a vencer as dificuldades. Foi jogado numa cova pelos próprios irmãos, vendido como escravo, acusado pela mulher de Potifar de tentar violenta-la, preso por causa de uma calunia, esquecido pelo copeiro chefe que se esqueceu de ajudá-lo a sair da prisão. Se José fosse contar com problemas viveria uma vida amargurada e não conseguiria ir adiante.
TRANSIÇÃO: José tinha sonhos, mas precisava se libertar do seu passado.
·        Ele esta decidido a ter uma mudança radical.
·        Os nomes de seus dois filhos representam esta mudança.
1.     CONTEXTO REAL DA ÉPOCA:
       I.            Neste contexto José já havia interpretado os sonhos de Faraó.
    II.            José estava trabalhando muito:
·        Plantando colheitas.
·        Estocando alimentos.
·        Administrando o Egito.
·        Preparando recursos para o futuro.
 III.            José tem os seus dois filhos no final dos sete anos de fartura (Gn 41.53).
IV.            Agora viriam os sete anos de fome.
   V.            Para enfrentar a crise Ele precisa tomar decisões importantes.
·        O passado não resolveria os desafios que veriam para tua vida.
·        Magoa, rancor, ódio, decepções não lhe traria nenhuma contribuição.
·        Um homem com problemas do passado não esta preparado para enfrentar os desafios do futuro.
2.     A GRANDE DECISÃO DE JOSÉ: MANASSÉS E EFRAIM.
       I.            Manasses: Deus me fez esquecer de todo o meu trabalho e de toda a casa de meu pai (Gn 41.51).
·        Manasses era o filho primogênito.
·        José havia esquecido todo o sofrimento que viveu por isso colocou o nome de seu filho primogênito no sentido de esquecimento.
·        É Deus fazendo esquecer todo passado de aflição.
·        Haja vista o ditado popular: quem vive de passado é museu.
·        Confronta aqueles que estão presos a vida do passado.
·        É o homem que não volta mais ao velho homem.
·        A grande transformação de passado para presente.
·        O que você foi não é interessante, o que importa é o que você é agora.
·        Aquele que esta em Cristo Jesus nova criatura é, as coias velhas ja passagram eis que tudo se fez novo 2Co 5.17.
·        É mente renovada (Rm 12.2).
·        Sua vida vai melhorar quando você esquecer de tudo que ficou no passado.
·        “lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar” (Miquéias 7.19).
·        Deixa Deus apagar o seu passado e escrever uma nova historia.
    II.            EFRAIM: Deus me fez prosperar na terra da minha aflição (Gn 41. 52b).
·        Efraim era o segundo filho de José
·        José lhe deu um nome que significa duplamente frutífero.
·        O segundo filho de José representava o que estava vivendo no seu presente.
·        Com a fome em toda região todas as pessoas viam comprar mantimento na mão de José.
·        José cresceu mais no tempo de crise em toda a região do que no tempo de fartura de toda a terra.
·        Efraim representa José crescendo no tempo da vaca gorda e no tempo da vaca magra.
·        José conquistou dinheiro, gado e terra (Gn 47.13-20).
3.     A GRANDE MUDANÇA:
       I.            Manasses: José precisava de uma mudança nele mesmo.
·        Deixa magoa, ressentimento, rancor, trauma para trás.
·        Seu coração precisava estar bem.
·        Ele não poderia viver como um sepulcro caiado.
·        A maior mudança acontece ai, de dentro para fora.
    II.            Efraim: Houve na vida de José uma grande mudança financeira.

CONCLUSÃO: Gênesis 48.20 “Em ti abençoará Israel, dizendo: Deus te faça como a Efraim e como a Manassés” .











Um comentário: