sábado, 29 de abril de 2017

A MULHER SAMARITANA

TEXTO: Jo 4.1-30,39-42
INTRODUÇÃO: Cuidadosamente o apostolo João reúne próximo desse texto dois exemplos de grande contraste. João apresenta Nicodemos e a mulher samaritana.
·         Nicodemos judeu, rico, culto, mestre, fariseu, membro do Sinédrio.
·         Ela samaritana, inculta, vivendo uma vida imoral.
·         Ambos necessitavam de ouvir as boas novas da salvação.
Ø  Ambos estavam perdidos, precisavam do evangelho da graça.
Ø  Jesus traz abordagens distintas para cada pessoa distinta.
Ø  Jesus o maior evangelista de todos os tempos compreende a necessidade de cada um.
Ø  Jesus adota métodos diferentes para alcançar pessoas diferentes.
·         O texto começa nos informando que Jesus sai da Judéia para Galileia por uma razão:
Ø  Jesus é informado que os fariseus diziam que Jesus fazia e batizava mais discípulos do que João (vs 1)
Ø  Isso é curioso porque gostamos de comentar, quem faz mais, quem trabalha mais, quem tem mais resultados, quem batiza mais, qual igreja tem mais resultados, quantos membros temos etc.
Ø  Jesus percebeu que essa discussão era sem razão, sem proveito algum.
Ø  Jesus não queria gastar suas energias em discussões desnecessárias.
Ø  Para evitar um desgaste desnecessário Jesus sai da Judéia e vai para Galileia.
·         No verso 5 nos informa que era necessário atravessar a província de Samaria.
Ø  Pergunto: POR QUE ERA NECESSARIO?
Ø  Havia três caminhos da Judéia para Galileia.
Ø  Esse caminho era o mais curto, porem o mais perigoso, e o menos usado.
Ø  Aqui era atravessar uma região conflituosa, entra em região estranha, no meio dos inimigos.
Ø  Por que é necessário atravessar por ali? Porque havia uma agenda de Deus.
a)      Há aqui um propósito de Deus para alcançar aquela mulher.
b)      Uma mulher rejeitada pela sociedade.
c)       Uma mulher que ninguém tinha coragem de conversa com ela publicamente.
d)      Uma mulher que já vivera cinco realidades de casamentos e agora estava morando com um amante.
e)      Mas Jesus valoriza uma pessoa não pelos predicados que ela tem, mas pela necessidade que ela possui.
f)       Jesus resolve fazer uma viagem para alcançar essa mulher, não apenas para salva-la, mas para transformá-la numa missionária.
TRANSIÇÃO: Vamos observar que Jesus teve que quebrar alguns preconceitos e tabus.
·         Jesus vai nos ensinar aqui o que é absoluto e o que é relativo.
·         O que pode ser mudado e o que Não pode ser mudado.
·         O que pode ser negociável e o que não pode ser negociável.
Ø  A verdade é inegociável e os métodos podem ser mudados.
EXORDIA: Para alcançar essa mulher Jesus quebra preconceitos e tem estratégias.
1.       PRIMEIRO: PRECONCEITO CULTURAL:
        I.            Observe que Jesus envia seus discípulos para comprar comida em Sicar (Vs 5).
·         Sicar significa a cidade dos bêbados, dos embriagados.
·         Sicar era território dos Samaritanos.
Ø  O judeu entendia que o pão do samaritano era imundo.
Ø  Havia um ditado que dizia que um pão recebido da mão de um samaritano era mais impuro do que a carne de porco.
Ø  O judeu não tinha comunhão com o samaritano.
Ø  O judeu não se assentava a mesa com um samaritano.
Ø  O Judeu não bebia água no mesmo jarro de um samaritano.
Ø  Jesus envia seus discípulos em Sicar na cidade dos samaritanos para comprar pão dos bêbados.
a)      Jesus esta quebrando aqui tabus e preconceitos.
b)      Jesus esta quebrando alguns protocolo.
c)       Jesus disse para eles comprarem pão exatamente do lugar onde os judeus diziam que eram mais impuros.
      II.            UM HOMEM NÃO FALAVA EM PUBLICO COM UMA MULHER:
·         Um rabino não podia falar em publico nem com sua esposa.
·         Jesus começa uma conversa com uma mulher samaritana sozinho.
Ø  Interessante que uma mulher de reputação duvidosa.
·         Diríamos hoje que Jesus arranhou a sua imagem.
Ø  Que ele correu o risco de ser mal interpretado pelas pessoas.
Ø  Quebrando o protocolo social de sua cultura.
Ø  Para Jesus mais importante era a salvação daquela mulher.
·         O fato é grave, observamos o verso 27.
·         E nisto vieram os seus discípulos, e maravilharam-se de que estivesse falando com uma mulher; todavia nenhum lhe disse: Que perguntas? ou: Por que falas com ela?
·         Os discípulos se admiraram quase se escandalizaram de Jesus esta falando com uma mulher.
·         Jesus aqui esta quebrando esse preconceito.
·         Aquela mulher tinha uma vida reprovada pela lei.
·         A mulher já tinha tido 5 maridos, e agora vivendo com um amante.
·         E Jesus se aproxima dela.
Ø  Interessante que Jesus não lhe fez nenhuma acusação.
Ø  Jesus não lhe disse perdida.
a)      Jesus não disse a ela que era indigna.
b)      Jesus não disse que ela era imoral.
c)       Jesus ele não comenta.
·         Jesus tem a capacidade de alcançar pessoas onde elas estão.
2.       SEGUNDO: PRECONCEITO RACIAL.
        I.            Observe o verso 9: Disse-lhe, pois, a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana? (porque os judeus não se comunicam com os samaritanos).
·         Os judeus não se dão com os samaritanos.
      II.            Vamos entender o pano de fundo dessa conversa:
·         No ano 722 AC Sargão II invade Samaria e conquista Samaria.
Ø  Sargão foi um dos reis mais importantes Neo Assírio como fundador da dinastia Sargônida
·         Sargão era estrategista
Ø  Ele sabia que a unidade cultura, racial e religiosa de um povo é que fortalece o povo.
Ø  Ele não levou todos os elementos do reino do norte, de Israel para o cativeiro.
Ø  Ficaram algumas pessoas em Samaria, e ele trouxe outras pessoas, de outros povos para aquela região para que houvesse uma miscigenação
Ø  Sargão trouxe também outras crenças, para que houvesse uma mistura de cresças, que nós chamamos de sincretismo.
Ø  Aqui se forma um povo hibrido e um povo sincrético.
Ø  Isso gerou uma fragilidade.
    III.            O reino do sul também foi levado em cativeiro no ano 586 AC por Nabucodonosor.
·         O cativeiro do reino do sul durou 70 anos.
·         No ano de 516 AC os judeus retornaram para Jerusalém com a liderança de Zorobabel para reconstruir o templo.
·         Os samaritanos queriam fazer aliança com os judeus que voltaram para reconstrução do templo.
Ø  Os judeus não aceitaram a proposta.
Ø  Para os judeus era uma questão teológica.
Ø  Os judeus voltaram mantendo sua identidade racial e ideológica, fiel a palavra.
·         Os samaritanos se revoltaram e construíram em Gerisim um templo rival.
Ø  Então eles implantam um culto com os costumes deles, com a sua liturgia e crença.
·         No ano 129 Ac João Hircano, General dos Judeus ataca Samaria e destrói o templo samaritano.
Ø  Isso agravou ainda mais a magoa e odeio que existia entre judeus e samaritanos.
Ø  Jesus quando veio, essa magoa e ferida já durava 700 anos.
    IV.            Jesus quando conversa com essa mulher, Ele esta quebrando o preconceito racial para levá-la a salvação.
3.       TERCEIRO: PRECONCEITO DA BARREIRA RELIGIOSO.
        I.            Observe o versos 19 e 20: Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta.
Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar.
·         Jesus diz versos 21 ao 24: Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai.
Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
·         O problema não é ONDE se deve adorar, mas COMO.
·         Quantas vezes nós ainda colocamos a adoração dentro de uma geografia.
Ø  Dizemos que é aqui, ali ou lá.
Ø  Adorar pode ser em qualquer lugar. Não importa onde você esta, mas COMO adorar.
1.       AS ESTRATÉGIAS QUE JESUS USOU PARA EVANGELIZAR:
        I.            Jesus despertou a sua simpatia.
·         Observe os versos 7: Veio uma mulher de Samaria tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber.
Ø  Jesus poderia ter tirado água do poço.
Ø  Jesus poderia ter feito um milagre ali.
Ø  Jesus poderia ter feito brotar uma fonte naquela região.
Ø  Mas Jesus resolve criar uma ponte de contato com a mulher e lhe pede um favor.
·         Jesus aqui esta construindo um caminho de contato para alcançar a mulher.
Ø  Isso significa que precisamos evangelizar começando de onde as pessoas estão.
Ø  Jesus não tem um método engessado de evangelismo.
Ø  Jesus não tem um único método.
·         Jhon Charles Wales disse: É envão espera que as pessoas virão a nós procurar conhecimento, nós devemos começar com elas.
Ø  Devemos fazer uma leitura de quem elas são.
Ø  Qual o contexto da vida delas.
      II.            Jesus desperta sua curiosidade.
·         Observe os versos 10-12: Jesus respondeu, e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva. Disse-lhe a mulher: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva? És tu maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu o poço, bebendo ele próprio dele, e os seus filhos, e o seu gado?
·         Jesus esta dizendo: Mulher o seu problema é falta de conhecimento.
Ø  Primeiro ela precisava conhecer quem é que estava ali na sua presença.
Ø   Quem esta falando com você.
Ø  Quem esta lhe pedindo água.
Ø  Você precisa conhecer qual é o dom de Deus.
·         Jesus estava falando assim: eu vou falar para você de algo que é sublime, que é maravilhoso.
·         Às vezes nós temos uma idéia tão sombria de evangelho para as pessoas.
Ø  Então as pessoas não querem, vão dizer que querem outra coisa.
·         Jesus aqui esta jogando sal na boca dessa mulher, para gerar sede no coração dela.
·         Observe o verso 11: Disse-lhe a mulher: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva?
Ø  A palavra poço aqui vem de o grego frear.
Ø  É de onde vem a nossa palavra portuguesa lençóis freáticos.
Ø  A idéia aqui de poço é de cacimba.
·         Resposta de Jesus no verso 14: Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.
Ø  A palavra fonte aqui não é frear é peg.
Ø  Jesus aqui esta dando uma dica para essa mulher:
a)      É como se estivesse dizendo: Sua vida mulher é como essa cacimba de águas paradas, ajuntando lodo.
b)      Uma vida sem sentido, sem sabor e sem novidade.
c)      Sem uma experiência real e completa com Deus.
d)      Jesus esta dizendo que queria lhe apresentar não um poço, uma cacimba e sim uma fonte que jorra para vida eterna.
e)      Jesus esta dizendo a mulher que queria lhe apresentar uma vida maravilhosa, a melhor noticia que ela poderia ouvir.
    III.            Jesus quer desperta nela necessidade.
·         Observe os versos 13-15: Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna. Disse-lhe a mulher: Senhor, dá-me dessa água, para que não mais tenha sede, e não venha aqui tirá-la.
·         Aqui temos um coisa interessante:
Ø  O doutor Nicodemos não entendeu a linguagem de Jesus e nem uma mulher inculta de Samaria também não entendeu a linguagem de Jesus.
Ø  O evangelho não é uma noticia que se discerne com a mente, com a cultura, inteligência e saber humano, mas se discerne espiritualmente.
Ø  Jesus falou com Nicodemos sobre novo nascimento e ele pensou que era voltar ao ventre da mãe.
Ø  A mulher quando ouviu falar de água viva ela pensou que noticia boa agora não vou mais precisar pegar o meu cântaro e vir todo dia aqui tirar água de um poço com 30 metros de profundidade.
·         Jesus estava querendo dizer que as coisas deste mundo não satisfazem a alma.
Ø  Tudo que você jogar para dentro do seu coração não vai satisfazer você.
Ø  Dinheiro, sucesso, prazer, conquistas, medalhas e diplomas, nada preenche o desejo do seu coração.
Ø  Os homens buscam muitas coisas e tudo isso não satisfaz.
Ø  Nós temos a única novidade, mensagem e noticia que pode satisfazer o coração do homem.
a)      Você não pode sonegar essa mensagem.
·         Que fonte é essa, Jesus disse: Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre... João 7:38
Ø  Isso tem haver com abundancia
Ø  Isso tem haver com vida dinâmica
Ø  Tem a haver com vida pura
Ø  Isso tem haver com poder.
    IV.            Jesus desperta a consciência dessa mulher.
·         Observe versos 16-18: Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido, e vem cá.
A mulher respondeu, e disse: Não tenho marido. Disse-lhe Jesus: Disseste bem: Não tenho marido; Porque tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade.
·         Jesus esta dizendo aqui que ela teve 5 e o ultimo não era seu marido.
Ø  Jesus estava dizendo a essa mulher que morar junto, não é a mesma coisa de estar casado.
·         Agora, por que Jesus disse vai lá e chama o seu marido?
Ø  Para desperta nesta mulher um senso de pecado.
Ø  Provocar nela a necessidade de arrependimento.
Ø  Ninguém pode receber o evangelho da graça sem a consciência de que esta perdido.    
Ø  Não se prega arrependimento hoje com medo de ofender o auditório.
Ø  Sem arrependimento não tem fé.
a)      Uma pessoa só vai entender que precisa de um salvador se ela entender que é totalmente pecadora.
·         Talvez esta mulher estivesse tentando se preencher com varias aventuras amorosas.
Ø  Ela estava buscando alguma coisa que a preenchesse.
Ø  Jesus vem e apresenta algo que pode preencher seu coração.
      V.            Jesus desperta seu sentimento religioso.
·         Observe o verso 19-25: Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta.
Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai.
Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus.
Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.
Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
A mulher disse-lhe: Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo) vem; quando ele vier, nos anunciará tudo.
·         A pergunta aqui é: Será que a mulher fugiu do assunto?
Ø  Quando Jesus perguntou vai chama seu marido, a mulher diz Senhor vejo que tu és profeta.
Ø  Nós temos aqui duas coisas, ou a mulher mudou de assunto ou não mudou de assunto.
·         Os samaritanos não eram ortodoxos, eles eram heterodoxos
Ø  Eles estavam adotando uma religião herética.
Ø  Só para se ter uma idéia eles não acreditavam e não aceitavam o velho testamento.
Ø  Do velho testamento eles só acreditavam no Pentateuco.
Ø  No livro de deuteronômio Moises falou que Deus levantaria um profeta semelhante a ele, e esse profeta era o messias.
Ø  Essa mulher crendo no Pentateuco se refere, vejo que tu es profeta.
·         A grande questão aqui é a adoração
Ø  A mulher entende que o messias iria esclarecer tudo sobre adoração.
Ø  Jesus aproveitou para falar a mulher e Ele disse não onde, mas COMO.
·         Jesus pregou os seus melhores sermões para uma pessoa só.
·         Jesus ensina duas coisas importantes sobre CULTO para essa mulher.
Ø  O culto é em espírito e em verdade.
Ø  Espírito esta com legra minúscula no texto.
Ø  O culto tem que ser bíblico, de acordo com a palavra e tem que ser sincero.
Ø  Isso quer dizer que é possível alguém adotar um culto verdadeiro e não ser sincero.
a)      Tem culto que é bíblico tudo certo, mas o coração esta longe.
b)      Não basta ser apenas um culto verdadeiro, tem que ser com todo coração e em espírito e verdade.
Ø  É também possível ter um culto sincero e não ser verdadeiro.
a)      Pessoas que fazem de tudo na igreja,são sincera, porem estão erradas na ortodoxia.
    VI.             Jesus desperta a fé verdadeira.
·         Observe versos 25 e 26: A mulher disse-lhe: Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo) vem; quando ele vier, nos anunciará tudo. Jesus disse-lhe: Eu o sou, eu que falo contigo.
·         Jesus aqui esta no grande final da apresentação.
·         Jesus não foi ao inicio dizendo eu sou messias e você é uma pecadora.
Ø  Jesus foi trazendo despertamentos à mulher.
·         Interessante que os discípulos chegaram
Ø  Eles chegaram exatamente na hora do apelo de Jesus a mulher e se escandalizaram e atrapalharam.
Ø  Observe o verso 27: E nisto vieram os seus discípulos, e maravilharam-se de que estivesse falando com uma mulher; todavia nenhum lhe disse: Que perguntas? ou: Por que falas com ela?
Ø  Eles não perguntaram nada e não falaram nada, porem eles demonstraram isso.
Ø  Jesus viu isso no rosto deles.
·         O que aconteceu com a mulher?
Ø  Observe verso 28-30: Deixou, pois, a mulher o seu cântaro, e foi à cidade, e disse àqueles homens: Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Porventura não é este o Cristo? Saíram, pois, da cidade, e foram ter com ele.
Ø  Ela tem pressa em anunciar sobre Jesus.
·         Esta mulher cresce no seu entendimento de Jesus:
Ø  Judeu: inimigo
Ø  Depois ela imagina que Ele seja maior que Jacó,
Ø  Depois ela o chama de profeta
Ø  Depois ela o chama de Messias

Ø  Depois os samaritanos dizem de fato ele é o salvador. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário